PR-2

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Universidade Federal do Rio de Janeiro





Visite Também

UFRJ ganha prêmio do WhatsApp para pesquisa sobre fake news
11/06/2019

Com a explosão do uso de novas plataformas digitais, a máquina da desinformação parece não ter freio e está atingindo de forma indiscriminada áreas como política, religião, cultura e educação. A repercussão do fenômeno na sociedade ganhou contornos tão alarmantes que tem suscitado pesquisas e ações no âmbito da universidade pública para monitorar e compreender a proliferação das fake news nas redes sociais.

“A universidade tem como o seu principal desafio entender o tempo atual. Esse é o motivo da nossa existência”, afirma Alexandre Brasil Fonseca, professor do Instituto Nutes de Educação em Ciências e Saúde (Nutes/UFRJ) e um dos vencedores do Prêmio de Pesquisa WhatsApp para Ciências Sociais – apenas 20 projetos foram selecionados entre os 600 submetidos por universidades do mundo inteiro. O objetivo do prêmio é desenvolver estudos que relacionem as ciências sociais e as fake news em plataformas digitais de comunicação.

"A equipe da UFRJ passará a compartilhar experiências e reflexões com pesquisadores e pesquisadoras de destacadas universidades, como Cambridge, Nanyang e Michigan", celebra o professor do Nutes.

A pesquisa coordenada por Fonseca irá analisar os valores e as justificativas que levam as pessoas a assimilarem e propagarem a desinformação, com foco em segmentos religiosos, como evangélicos, católicos, afro-brasileiros e também ateus. Os resultados serão divulgados em outubro deste ano.

A PR2 parabeniza os pesquisadores pela conquista!

Fonte da notícia: Conexão UFRJ

Clique aqui para ler a notícia na íntegra